Rômulo Salles de Sá

3º ocupante

Nasceu em Muqui, ES, em 30 de novembro de 1923. Bacharel pela Faculdade de Direito do Espírito Santo, hoje integrada à Universidade Federal do Espírito Santo, foi promotor público das comarcas de Conceição da Barra e de Muqui, juiz substituto e juiz de direito em várias comarcas do estado, foi promovido ao cargo de desembargador do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado, do qual foi vice-presidente (1984/85) e presidente (1988/89). Foi também vice-presidente, corregedor e presidente do Tribunal Regional Eleitoral. Iniciou-se no magistério como professor do primeiro curso de preparação para o ginásio, criado pela Campanha Nacional de Educandários Gratuitos. Em ocasiões diferentes, foi professor do Ginásio de Ibiraçu, mantido pela Congregação Comboniana; da Faculdade de Direito; da Faculdade de Ciências Econômicas de Colatina e da Universidade Federal do Espírito Santo. Fez parte do grupo de jovens intelectuais que fundou a Academia Capixaba dos Novos (1946), que durante muito tempo movimentou a vida cultural de Vitória. Publicou, com outros jovens, Pobres crianças do Brasil(1949), Registros de juventude (1981), Lampejos (1988), Aconteceu... (2002) e o discurso de sua posse na cadeira 35 da Academia Espírito-santense de Letras. Em 2013, lançou, na AEL, seu livro de memórias Os anos dourados da vida cultural de Vitória (1946-1952). É membro do Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo e membro correspondente da Academia Cachoeirense de Letras.

Esta página está em construção, constando dela
apenas o acadêmico atual. Continuamos trabalhando
para que em breve todo o seu conteúdo esteja
disponível. Continue acessando.

Voltar

Índice de patronos e acadêmicos