(Clique na capa para acessar publicações.)

Textos dos concursos literários

Publicamos os textos vencedores dos concursos literários promovidos pela Academia Espírito-santense de Letras em 2020 e 2021. Em 2020 promovemos três concursos, nos gêneros contos, crônicas e poesias, os quais receberam os nomes de três acadêmicos, respectivamente, I CONCURSO DE CONTOS “DOM BENEDITO PAULO ALVES DE SOUZA”, I CONCURSO DE CRÔNICAS “ELPÍDIO PIMENTEL” e I CONCURSO DE POESIAS “KOSCIUSKO BARBOSA LEÃO”. Em 2021, promovemos o I CONCURSO LITERÁRIO “SÉRGIO BLANK”, destinado à concessão de prêmios para apenados e apenadas em cárcere no Estado do Espírito.

Os concursos literários são parte importante das comemorações do Centenário da Academia Espírito-santense de Letras.

Para ler os textos vencedores nas categorias contos, crônicas e poesias, clique aqui.

Para ler os textos vencedores do I Concurso Literário "Sérgio Blank", clique aqui.

 

Jornal da AEL 03

Notícias e informações sobre as atividades dos acadêmicos durante o primeiro semestre de 2021.

 

Mendes Fradique, Dr. Voronoff

Dr. Voronoff, de Mendes Fradique, é um clássico de literatura capixaba publicado em 2017 pela Academia Espírito-santense de Letras em convênio com a Secretaria de Cultura de Vitória. O livro pode ser acessado gratuitamente e tem o texto integral do romance de um dos nossos mais expressivos escritores. Leia

 

Torta Capixaba III

Esta antologia é uma obra que a Academia Espírito-santense de Letras publica, pela primeira vez, no formato eletrônico, em HTML, reunindo escritos de seus acadêmicos.

 

Jornal da AEL 02

Notícias e informações sobre as atividades dos acadêmicos durante o segundo semestre de 2020.

 

Jornal da AEL 01

Notícias e informações sobre as atividades dos acadêmicos durante o primeiro semestre de 2020.

 

Revista da Academia Espírito-santense de Letras - 2021

 

Revista da Academia Espírito-santense de Letras - 2020

 

Revista da Academia Espírito-santense de Letras - 2019

 

Revista da Academia Espírito-santense de Letras - 2018

 

Coleção Roberto Almada - Amâncio Pereira

Organização, seleção, notícia biográfica e estudo crítico por Francisco Aurélio Ribeiro.

 

Coleção Roberto Almada - Ivan Borgo

Organização, seleção, notícia biográfica e estudo crítico por Pedro J. Nunes

 

Coleção Roberto Almada - Newton Freitas

Organização, seleção, notícia biográfica e estudo crítico: Lívia de Azevedo S. Rangel

 

Coleção Roberto Almada - Lacy Ribeiro

Organização e seleção: Ediphôn Souza. Notícia biográfica: Amylton de Almeida

 

Homens e cousas espírito-santenses - Amâncio Pereira

Republicação do livro do professor Amâncio Pereira publicado em 1914 que flagra um momento da história capixaba somente estudado com maior profundidade em anos recentes: a transição do Império para a República – a transformação, graças ao café, de uma província pobre e isolada em um estado pujante e mais conectado ao comércio internacional.

 

Quando o Penedo falava - Elpídio Pimentel

Reedição do livro publicado em 1927 de autoria do advogado, professor e jornalista Elpídio Pimentel, um dos fundadores da Academia Espírito-santense de Letras.

 

Documentos da Academia Espírito-santense de Letras - Getúlio Neves

Este volume, reproduzindo alguns dos documentos mais importantes da Academia Espírito-santense de Letras – atas preparatórias, a de fundação e a de reorganização, todos os estatutos e o regimento interno de 1921, fotografias, efemérides até o ano de 1944 (colecionadas pelo Acadêmico Eurípides Queiroz do Valle, juntamente com os Acadêmicos Elpídio Pimentel e Elmo Elton, os historiadores da Casa), brasão, o diploma e a medalha atualmente conferidos ao Acadêmico por ocasião de sua posse – vem somar-se aos esforços dos três acadêmicos acima nominados no sentido da preservação da memória da nossa Casa.

 

Poetas capixabas - José Victorino de Lima

Este livro é uma reedição de Poetas capixabas, publicado por José Victorino de Lima, pela editora Adersen, Rio de Janeiro, em 1934.

 

Biografia de uma ilha - Serafim Derenzi

Livro de Serafi Derenzi sobre a cidade de Vitória, do qual diz Fernando Achiamé: “O caráter inspirador desta obra permanece e continuará pelos tempos afora. Geradora de muitas outras memórias e estudos sobre a capital capixaba, ela conservará para sempre o perfume do pioneirismo.”

 

Escritos de Vitória 35 - Escritores e obras literárias de Vitória

 

Escritos de Vitória 34 - Aeroportos

 

Escritos de Vitória 32 - Patrimônio Cultural

 

Voltar